Projeto  //  Depoimentos  //  Depoimento de Ramanna Castro

Li muitos histórias bacanas aqui no Projeto Medicina, muita gente que batalhou para chegar onde chegou, gente que me emocionou com sua perseverança, com sua luta. Resolvi então contar um pouquinho da minha caminhada para incentivar alguns colegas, principalmente aqueles que pensam ser impossível passar em Medicina estando empregado, tendo que trabalhar. Desculpem-me o enoooorme (enorme mesmo!!)depoimento, mas acho que tem muita gente bacana aqui que está precisando desse incentivo, de ver como foi para alguém e ver que É possível.

2003 - Cursava o 3º ano do ensino médio e tinha dúvidas sobre qual carreira seguir, tinha minhas afinidades, principalmente com a área das biológicas, porém tinha uma grande queda também pelo lado artístico, pela música. Sempre fui muito ativa fisicamente, praticava muitos esportes, competia, fazia variadas aulas, então o curso de Educação Física me despertou interesse. Pensei em Medicina, mas os meus pontos acumulados pelo PAES não seriam suficientes para passar, então optei por Educação Física. Nesse ano também nasceu a minha filha.

2004 - Passei em 1º lugar pelo PAES em Educação Física na Unimontes, a estadual de Montes Claros. Resolvi fazer uma permuta para começar a faculdade no meio do ano, para poder ficar mais tempo com minha filha. Na época minha avó me disse que pagaria um cursinho para que eu pudesse tentar Medicina. Medicina não era um sonho, mas confesso que me seduzia. Aceitei, fiz o cursinho, tentei, quase passei da primeira fase, mas como não me dedicava o suficiente não deu. Em agosto comecei a cursar Educação Física, curso no qual me graduei em 2008. Nesse período não tentei mais vestibular para Medicina.

2008 - Formei em Educação Física e, graças a Deus a ao meu empenho já sai da faculdade com dois empregos em boas academias da cidade. Gosto muito da área de bacharelado e queria tentar dar certo na minha profissão.

2009-2010-2011 - Vieram os concursos públicos da minha cidade para profissionais de Educação Física e resolvi prestá-los. Passei nos dois que tentei: um na área de licenciatura e o outro na de bacharelado. Concursos nos dão uma certa estabilidade, então fiquei mais tranquila. Com o concurso feito no final de 2009, acabei tomando posse em 2011, dando aula em uma escola municipal. Mas não estava feliz.

2012 - Desde 2011 ano eu já trabalhava em três lugares diferentes: em uma escola e em duas academias. Mas já estava perdendo a vontade, não via boas perspectivas e queria mudar de rumo. Fui a um congresso da minha área em abril e vi uma palestra muito motivadora. Acabei voltando para casa com uma vontade de retorno ao meu Projeto Medicina. Seria difícil, era fato, mas estava disposta. Comecei pedindo apostilas emprestadas das filhas das minhas amadas alunas, pessoas maravilhosas que me deram muito apoio nessa nova escolha. Escolhi as faculdades que iria tentar e foquei. minhas opções eram muito poucas; temos duas particulares e uma estadual aqui (na estadual são aproximadamente 7 vagas de ampla concorrência). Optei por tentar as particulares, principalmente a Funorte, pois a prova era mais específica (bio, quimica, port, linguas, atualidades e duas questões das outras matérias), achei mais possível de ser alcançado o meu objetivo. Além disso, teria que continuar a trabalhar nos três lugares, pois minha vida estava estruturada baseada no salário que eu recebia.

Não dava para fazer cursinho, trabalhava das 7h às 21h quase todos os dias. O jeito foi estudar nos pequenos intervalos e nos finais de semana. mas ainda tinha que arranjar um tempo para minha filha. Foi puxado.

Meu primeiro vestibular foi em junho, uns dois meses depois de ter decidido tentar. prestei na Funorte e, para minha surpresa, fiquei na lista de espera, muiiiito distante, mas fiquei na lista de espera (de 80 classificados como excedentes fiquei em 54º).

Fiquei animada!! Estudei bastante durante as férias escolares e, devido à problemas na administração da prefeitura só retornamos ao trabalho no meio de agosto. Consegui estudar a matéria de Bio e Quimica toda.

O próximo vestibular da Funorte seria em novembro. Continuei estudando como pude, reduzi algumas aulas para ter um pouco mais de tempo. Durante esse período recebi muito apoio, principalmente das minhas alunas da academia, todo dia era uma palavra de incentivo. Graças a Deus eu fiz Educação Física e pude conhecer esses anjos! Mas eu queria mais.

Em novembro prestei vestibular na Funorte e no Pitágoras. Cheguei no local de prova e falei: é dessa vez que eu vou passar! Achei a prova da Funorte mais difícil que da primeira vez, fiz o máximo possível, concentrei na redação e na prova aberta. Mas achei que não daria dessa vez.

Surpresa para mim foi quando saiu o resultado: peguei lista de espera, mas dessa vez em 17º (a Funorte costuma rodar bem a lista). Fiquei até com esperança!!! Peguei lista também no Pitágoras, mas não daria para ser chamada.

Surpresa maior para mim foi quando me ligaram dizendo que tinha CHEGADO A MINHA VEZ!!

Chorei horrores, fiquei muito, muito feliz! Estudando e trabalhando, não achei que teria êxito em tão pouco tempo. Mas eu fiz a minha parte, eu foquei, fiz o que pude, lia muito, assistia video-aulas, fazia exercícios e Deus me abençoou com essa oportunidade. Minha aulas começam semana que vem, estou parecendo menino pequeno indo para a escola, comprei até caderno de bichinho!! Vejo aqui muita gente perguntando se da para passar estudando em casa, se da para passar trabalhando e quis dividir essa enooorme história principalmente com essas pessoas.

Claro que a competividade em uma federal é maior(na Funorte costuma dar uns 60 por vaga), mas penso que se você focar, se esforçar, plantar, o resultado vem.

E quando vem é tão gostoso!!! Motivem-seee!!! Espero muito ver muitos de vocês se tornando calouros em breve!!!

QG do Enem

QG do Enem

Promoção

Pen Drive do Projeto Medicina (23 Mil Questões e Provas de Vestibular) + Pen Drive do Kuadro (624 vídeo-aulas de Química, Física, Matemática e Biologia): R$ 200,00 + Frete (R$ 4,20 para todo Brasil).

Saiba mais

Pen Drive - Exercícios

Compre um Pen Drive de 4 GB com 23.000 Questões em 282 Listas de Exercícios e Provas de Vestibular do Projeto Medicina organizadas por Matéria e Assunto e ajude o Projeto Medicina.

Valor: R$ 54,00 + Frete (R$ 4,20 para todo Brasil). Entrega em todo Brasil e o prazo de envio é de 2 dias úteis após a confirmação do pagamento.

Pen Drive - Vídeos

Adquira um Pen Drive com 624 vídeo-aulas de Química, Física, Matemática, Biologia além de vídeos específicos para o ENEM do site O Kuadro e assista sem precisar de internet.

Valor: R$ 150,00 + Frete (R$ 4,20 para todo Brasil). Entrega em todo Brasil e o prazo de envio é de 2 dias úteis após a confirmação do pagamento e o prazo de entrega é de 5 a 10 dias úteis.

Projetos Parceiros

Rumo ao ITA 
Futuro Militar

Estudo Dirigido

UFRGS    UFG   

UFRJ   UNICAMP