Chimpanzés Infectados para testes são abandonados em Ilhas

Artigos

HOME > ARTIGOS > Artigos,Destaque > Chimpanzés Infectados para testes são abandonados em Ilhas

Chimpanzés Infectados para testes são abandonados em Ilhas

 

Em seis ilhas no sul da Libéria voluntários estão tentando salvar 85 chimpanzés, que foram capturados na infância para serem usados em experiências médicas.

chimpanzes_dez

Depois de serem infectados com doenças mortais, os chimpanzés foram jogados para fora como lixos para se defenderem sozinhos.

Os Testes

Os testes em animais causam intensos debates no contexto ambiental e vale lembrar que essa prática começou há muito tempo.

empresa

Uma iniciativa desta ordem ocorreu em 1974, quando o banco de sangue americano New York Blood Center (NYBC) abriu um amplo laboratório na Libéria, oeste africano.

A empresa tinha como objetivo promover a realização de experimentos de vacinas em diversos chimpanzés silvestres.

chimpanzes_dois

Trinta e um anos mais tarde, quando anunciou o fim dos experimentos, o diretor do Viral II, Alfred Prince, assegurou que o NYBC iria cuidar do bem-estar dos primatas pelo resto de suas vidas.

O Abandono

Para não contaminarem os animais que não receberam as vacinas, os infectados foram distribuídos em seis ilhas fluviais.

Sendo que os custos mensais com água e comida somavam aproximadamente 20 mil dólares.

Os macacos foram mantidos nas ilhas, porque eles não podem nadar.

chimpanzes_sete

Porém, em março de 2015, o NYBC cancelou toda a ajuda, deixando 85 chimpanzés abandonados à própria sorte.

chimpanzes_tres

Contudo, em um comunicado feito poucos meses após o fechamento do laboratório, o NYBC disse que “nunca teve obrigação alguma de cuidar dos animais”.

Concluindo que “já não era sustentável desviar milhões de dólares de nossa missão de salvar vidas”.

Cuidados pelos Voluntários

Em entrevista à BBC, a ativista Jane Goodall rebateu o anúncio, dizendo que “eles sabiam muito bem que os chimpanzés têm vidas longas”.

chimpanzes_um

“Abandoná-los é imperdoável”, afirmou a ativista Jane Goodall.

chimpanzes_oito

Chimpanzés têm vida média de 60 anos, e por isso é importante oferecer o melhor cuidado a esses animais.

A população atual das ilhas é de 63, distribuídos em grupos de 9 e 13 animais.

chimpanzes_quatro

Felizmente, muitos ex-empregados da NYBC, que durante décadas trabalharam com esses animais, ainda vivem em localidades próximas.

Essas pessoas alimentam e oferecem carinhos a esses chimpanzés.

Pouca Infraestrutura

Porém, a falta de infraestrutura tanto nas ilhas quanto em terra firme tornaram quase impossível fazer tratamentos e monitorar os animais.

The New York Blood Center has stopped funding a population of chimpanzees that they used for research over decades in Liberia. There are 62 chimpanzees on 6 islands in Liberia now in emergency need of food and fresh water, as the Liberian government does not have the funding to care for this population, particularly during the Ebola crisis. HSUS and HSI have provided emergency funding for these chimps and are working to get additional support.

No entando, os animais andam livremente pelas ilhas não possuindo estruturas para separá-los e examiná-los rotineiramente.

chimpanzes_onze

Mas segundo os especialistas, a saúde dos chimpanzés melhorou consideravelmente.

Os animais estão sendo medicados diariamente com pastilhas de progesterona para que não se reproduzam.

blog comments powered by Disqus

Últimas novidades

O periódico científico 'British Medical Journal' relatou o caso e chamou a atenção para a impo

Estudante italiana disse que não tem nenhuma formação na área, mas não perde um episódio do pr

Atropelada não identificada vive no hospital da PM, em Vitória. Coronel Potratz não perdeu a es

Um pai cruzou os Estados Unidos de bicicleta para ouvir o coração da filha bater no peito de outro

Estudo mostra boa resposta em mais de 90% dos casos de mieloma múltiplo e dá esperanças de cura.

Função de Alpha é alertar seu dono Andrew, que tem diabetes, sobre mudanças no nível de açú

Visite nossos outros projetos: