Artigos

HOME > ARTIGOS > Artigos,Destaque > Tatuagem muda de cor para indicar alterações no sangue

Tatuagem muda de cor para indicar alterações no sangue

Projeto criado por pesquisadores do MIT e de Harvard está em fase de testes e pode ser muito benéfico para os diabéticos

Já imaginou uma tatuagem que muda de cor de acordo com alterações no sangue?

Pesquisadores americanos desenvolveram o DermalAbyss, uma tinta para tatuagem que detecta alterações nos níveis de glicose e sódio no sangue.

O projeto DermalAbyss é resultado da colaboração entre pesquisadores Katia Vega, Xin Liu, Viirj Kan e Nick Barry, do Massachusetts Institute of Technology (MIT).

E de Ali Yestisen e Nan Jiang, da Escola Médica de Harvard.

Os biosensores

São quatro biosensores na tinta, que reagem a três informações de bioquímicos.

O sensor de pH muda entre roxo e rosa.

O de glicose muda entre azul e marrom e o de sódio.

E um segundo sensor de pH florescem numa intensidade maior sob luz ultravioleta

Melhorando a vida

A novidade por ser usada para um monitoramento contínuo ou para diagnósticos médicos.

Para diabéticos, a tatuagem pode substituir o processo doloroso de colher sangue para verificar os níveis de glicose, monitorando a necessidade de insulina.

Previsão de chegada ao mercado

Por enquanto, o DermalAbyss só foi testado em pele de porco vivo e deve ser testado em humanos em breve.

Não há previsão de quando o produto vai chegar ao mercado.

Link

 

blog comments powered by Disqus

Últimas novidades

Situação publicada no 'BMJ Case Reports' mostra caso atípico de rompimento da parte de trás da

13 exemplos surpreendentes de pessoas que superaram limites A vida pode ser cheia de surpresas. Mui

Projeto criado por pesquisadores do MIT e de Harvard está em fase de testes e pode ser muito benéf

O Projeto Medicina possui os melhores parceiros e os melhores descontos para os seus usuários

Todo ano há muitas mortes humanas causadas por animais, e nesta seleção estão em destaque os 10

Segue em anexo as notas do primeiro dia do SiSU 2017/2018.

Visite nossos outros projetos: