Careca brilhante: menina com doença autoimune cria novo visual

Escrito por: Júlio Sousa

Publicado em: 16/05/2017

O Penteado Diferente Escolas infantis promovem as mais variadas brincadeiras para engajar e divertir as crianças. Um dia, a escola da pequena Gianessa Wride, de 7 anos, nos Estados Unidos, resolveu inventar o Dia do Cabelo Maluco. Propondo que cada criança inventasse um penteado diferente para ir à aula. Tudo certo aí, mas tem um […]

O Penteado Diferente

Escolas infantis promovem as mais variadas brincadeiras para engajar e divertir as crianças.

Um dia, a escola da pequena Gianessa Wride, de 7 anos, nos Estados Unidos, resolveu inventar o Dia do Cabelo Maluco.

Propondo que cada criança inventasse um penteado diferente para ir à aula.

Tudo certo aí, mas tem um detalhe: Gianessa não tem cabelo.

A Criatividade

Com a cabeça carequinha por conta de uma doença autoimune que provoca a queda total de seus fios, a pequena pediu ajuda da mãe para bolar um jeito de participar.

Juntas, elas ousaram na criatividade e fez bonito da data comemorativa. No lugar dos cabelos, ela fez um penteado com adesivos brilhantes coloridos, e deu uma lição aos professores e alunos sobre autoconfiança e aceitação.

O Grande Prêmio

Não por acaso, a pequena levou o prêmio de melhor look do dia.

A foto da pequena toda enfeitada foi compartilhada pela mãe no Instagram.

“Eu tenho que dizer: ela está simplesmente deslumbrante”, diz a mãe, Daniella Wride.

Não demorou para que a história chamasse a atenção da imprensa. Em entrevista ao canal americano Fox 13 Now, a menina conta que causou uma boa impressão nos amigos.

O Entusiasmo

Meus colegas ficavam em volta de mim dizendo que estava muito legal, perguntando como eu tinha feito.

Muitos também queriam fazer, mas não podiam porque tinham cabelo“, disse, entusiasmada.

A história traz à tona uma reflexão sobre o papel da diversidade dentro das escolas.

Principalmente no que diz respeito à presença ativa de professores e educadores que encorajem ações a favor da autoempoderamento infantil.

 

Link

Empreendedor em educação há mais de 15 anos. Fundador dos sites Rumo ao ITA, Projeto Medicina e Projeto Redação. Já ajudou milhares de estudantes ingressarem no curso de Medicina em universidades públicas e privadas no Brasil.


Leia também

O Stoodi é bom para Medicina? Sim, o Stoodi é uma excelente plataforma para quem estuda para Medi

O Enem é a principal porta de entrada para as melhores universidades do Brasil. É o exame mais im

Diferente do que foi amplamente divulgado sobre o possível adiamento do Enem para 2022, o Ministé

Já se deparou com cursos que prometem ensinar como aprender mais rápido feito por "gurus" que cob

O Grupo UniEduK (UniFAJ e UniMAX), localizado em Jaguariúna e Indaiatuba, abriu as inscrições pa

Milhares de jovens estudantes brasileiros buscam a tão sonhada vaga no Curso de Medicina, seja pel