Artigos

HOME > ARTIGOS > Artigos,Destaque,Medicina > Elizabeth Blackwell – A primeira mulher a se formar em Medicina.

Elizabeth Blackwell – A primeira mulher a se formar em Medicina.

Se o sucesso é a melhor vingança, Elizabeth Blackwell, a primeira médica formalmente reconhecida, que quase foi ridicularizada na faculdade de medicina, certamente recebeu uma grande contribuição

Em 1847, Elizabeth Blackwell queria ir para a faculdade de medicina e nem se importava com o fato de que, na época, as mulheres simplesmente não poderiam receber formação médica.

História

Aos 26 anos não pretendia crescer e se tornar médica – em vez disso, seu interesse pela medicina foi desencadeado por um problema pessoal.

Uma amiga que estava em fase terminal de uma doença grave comentou com Blackwell que seu tratamento seria mais fácil se houvesse uma médica para cuidar dela.

Atraída pelo desafio e pela vontade de ajudar a amiga, ela decidiu se formar em medicina e, depois de estudar por um ano e se preparar com a ajuda de vários amigos médicos, fez sua tentativa.

Resultado de imagem para elizabeth blackwell
Elizabeth Blackwell

Ela submeteu aplicação para 12 faculdades de Medicina pelo nordeste dos Estados Unidos, além de todos os programas médicos disponíveis em Nova York e Filadélfia.

No final, apenas do Dr. Dean Charles Lee, da Faculdade de Medicina de Genebra, no oeste de Nova York, resolveu aceitar a candidatura. A história foi mais ou menos o seguinte:

Resistência

O Dr. Dean Lee e todos os demais professores do sexo masculino estavam hesitantes em aceitar uma mulher na faculdade de Medicina.

Porém, o Dr. Lee resolveu colocar o assunto em votação entre os 150 homens que compunham o corpo discente da faculdade de medicina. Se algum aluno votasse “não” a srta. Blackwell seria impedida de ser admitida.

Aparentemente, os estudantes pensaram que o pedido era apenas uma piada e votaram unanimemente para deixá-la entrar. Eles ficaram surpresos quando ela chegou à faculdade pronta para cursar Medicina.

E ela não só começou a cursar como foi muito além. Implacável pela sua força de vontade, Blackwell recebeu seu diploma de Médica no dia 23 de janeiro de 1849.

Diploma de Elizabeth Blackwelll

Ela passou a estudar obstetrícia e pediatria na Europa antes de retornar aos Estados Unidos para iniciar seu próprio consultório na cidade de Nova York.

Quando confrontada em saber de que os pacientes não estavam muito felizes ​​em ser tratados por uma mulher, a Dra. Blackwell acabou mudando e abriu uma clínica para os pobres de Manhattan, expandindo-a para a Clínica de Mulheres em Nova York em 1857.

Ela também escreveu textos medicamente relevantes e foi professora de ginecologia na Escola de Medicina de Londres para Mulheres – um instituto que ela mesma ajudou a criar.

Os avanços que ela fez em sua carreira abriram portas para gerações de mulheres na medicina.

Fonte: Smithsonian Magazine


Últimas novidades

O doutor Philipp Köhler, especialista em medicina de emergência, disse que nunca tinha visto um c

Se o sucesso é a melhor vingança, Elizabeth Blackwell, a primeira médica formalmente reconhecida

Este é um artigo sobre o Curso Aprovação 360, criado pelo Professor Gilberto Augusto. Nele eu des

Enã Rezende com apenas 26 aninhos acabou de se formar em medicina na Universidade de Cuiabá (Unic

Quem estuda para o Enem sabe a importância que é uma boa preparação para a prova de Redação. I

Onde posso usar a minha nota do Enem? O resultado do Enem sai apenas no meio de janeiro, por isso,

Visite nossos outros projetos: