Como passei em Medicina na UEA estudando sozinho e trabalhando

Avatar

Escrito por:

Publicado em: 20/11/2015

Olá pessoal, meu nome é Maycon Fran Soares da Silva Rocha, tenho 23 anos, moro em Manaus/AM, sou estudante de Medicina da Universidade do Estado do Amazonas e hoje vou contar um pouco de alguns detalhes da minha história de vestibulando pra vocês que sonham com a aprovação em Medicina e por alguma razão estudam […]

maycon

Olá pessoal, meu nome é Maycon Fran Soares da Silva Rocha, tenho 23 anos, moro em Manaus/AM, sou estudante de Medicina da Universidade do Estado do Amazonas e hoje vou contar um pouco de alguns detalhes da minha história de vestibulando pra vocês que sonham com a aprovação em Medicina e por alguma razão estudam sozinhos para o vestibular!

Antes de contar algumas coisas sobre a minha vida pessoal relacionada ao período de vestibular que podem motivar alguns de vocês vou deixar aqui algumas dicas importantes pra quem estuda sozinho, não vou citar meu método de estudo, pois na época do vestibular sempre lia vários métodos de quem passava, mas acabei por fazer o meu próprio método, e como essa dica é para vocês que estudam sozinhos e ainda tem vidas particulares diferentes, vocês com certeza irão achar a melhor forma de estudar!

Dicas gerais de estudo:

Gente, não vou focar em dar dicas específicas até por que cada vestibular tem um estilo distinto, então vou citar algumas coisas que no geral me ajudaram a passar por conta própria.

  • 1º – no início do ano separem todo o material de estudo possível, todos os livros de cada matéria que o vestibular que você vai prestar exija e seja organizado com todos eles.
  • 2° – montem um horário inicial de estudos, escrevendo tudo de lápis pra caso aconteça alguma troca, seja fácil de alterar.
  • 3° – baixem todas as provas dos anos anteriores do vestibular que você vai prestar, pois as questões costumam ser muito parecidas com as das provas aplicadas.
  • 4° – estudem todos os dias ao menos 3 matérias mas nunca matérias de uma só área do conhecimento (eu estudava 4 matérias distintas – 2 horas cada).
  • 5° – tentem manter o seu local de estudo longe de qualquer tipo de distração, pois em casa é muito fácil perder a concentração
  • 6° – baixem listas de exercícios da internet, para complementar as questões do livro. (eu não gostava muito de apostila e usava muitos livros didáticos, mas vai de cada um).
  • 7° – assistam vídeo-aulas caso o assunto esteja complicado de entender (assinem canais também de vídeo-aulas, ajuda muito a se organizar).
  • 8° – tenham uma vida social (tire algumas horas pra sair de casa e fazer outras coisas).
  • 9° – comprem um quadro branco, se possível (ajuda muito a fazer resumos, esquemas e cálculos e não é tão caro).
  • 10° – estudem de forma organizada (siga uma ordem de conteúdo e não estudem assuntos aleatórios pois grande parte deles têm links com outros).
  • 11° – não estudem por vários materiais diferentes, escolham um material que condiz com o tipo de vestibular que vocês vão prestar e se dediquem a ele.
  • 12° – revisem os conteúdos que vocês aprenderam no mês, leiam os resumos que vocês fizeram pra lembrar dos detalhes.
  • 13° – pra passar em qualquer vestibular deve-se aliar conhecimento com saber fazer o estilo de prova que cada universidade propõe.
  • 14° – separem um tempinho para ver filmes, seriados, etc. Isso ajuda muito também a relaxar.
  • 15° – procurem sempre se motivar todos os dias, seja com uma frase, livro, música ou uma pessoa. É importante nunca perder o ânimo.
  • 16° – façam muitos exercícios de fixação, mas que pareçam com as questões do vestibular que vocês vão querer prestar.

Alguns livros que eu achei que quem estuda em casa deve ter, todos são ótimos e com a didática muito boa para aprender os assuntos sozinhos:

  • Biologia – Amabis – Vol I II e III (procurem em sebos físicos ou virtuais)
  • Química – Feltre – Vol I II e III (procurem em sebos ou virtuais)
  • Física – Fundamentos da Física – Ramalho – Vol I II e III (procurem em sebos ou virtuais)
  • Matemática – Fundamentos da Matemática Elementar – Todos os volumes (procurem em sebos físicos ou virtuais)
  • Geografia – História – Português – estudem por livros que separem as disciplinas. Ex: Geografia do Brasil e Geral / História Geral e do Brasil / Gramática/Redação/Literatura
  • Inglês e Filosofia – caso não tenham curso de inglês ou lembrem da filosofia, estudem por vídeo-aula os assuntos de acordo com o edital do vestibular
  • Literatura – Leia as obras indicadas no edital durante o ano, para não ficar cansativo ler tudo já próximo ao vestibular

Alguns canais muito organizados com relação ao conteúdo para estudar (quando tinha alguma dúvida corria para as vídeo-aulas) e mesmo os pagos são ótimos e com preço bem acessível.

  • Fisica Fábris – Física – Gratuito
  • Nerckie – Matemática – Gratuito
  • Prof. Jubilut – Biologia – Pago
  • Prof. Paulo Valim – Química – Pago
  • Descomplica – Todas as matérias – Pago
  • Tenho Prova Amanhã – Biologia – Química – Matemática – Pago
  • Me Salva! – Todas as disciplinas – Gratuito
  • Dicas para Todos – Rafael Freitas (Muitos vídeos motivacionais que ajudam bastante).

    Minha trajetória até a aprovação:

– Passar em Medicina estudando sozinho é difícil? – Muito, mas nem de longe é impossível!

Minha história com a Medicina começou há uns 4 anos atrás no momento que eu decidi que queria ser médico por essa ser uma das profissões que me proporcionaria todos os dias ajudar de alguma forma a quem precisasse e principalmente por um momento particular relacionado a religiosidade que tenho me fizeram escolher essa profissão para a vida. Poder ajudar alguém que de alguma maneira precisa de algum auxílio é sem dúvida uma das coisas que desde que eu comecei a me entender por gente amo poder fazer!

A Medicina se tornou um objetivo na minha vida e resolvi que iria estudar e passar no vestibular!

Mas aí vinha a questão: como alguém que é filho de dona de casa e pai que trabalha como segurança ganhando um salário mínimo por mês iria passar em um dos cursos mais concorridos do Brasil?

O primeiro ponto-chave é ter FORÇA E DETERMINAÇÃO! Antes de aprender sobre os diferentes tipos de forças da Física e os métodos de cálculo do determinante na Matemática é preciso que essas duas palavras se materializem dentro de vocês, e a gente só testa isso quando tá esgotado, então quando isso ocorrer pensem mais pra frente, no resultado, na lista com seu nome entre os aprovados pra não esmorecer, pois como já dizia um “louco” no filme Patch Adams: “se você não tem foco nunca vai achar a solução”.

Comecei a tentar estudar em casa sozinho no final do ano de 2012, mas meu pensamento inicial era que precisava de um cursinho pra passar, então como meus pais não podiam me ajudar a pagar, várias pessoas muito próximas me ajudaram a pagar 2 meses de cursinho, porém após esses dois meses tive que sair e ia assistir alguns “aulões” que esporadicamente tinha no cursinho em alguns sábados. Nesse período além de conhecer vários canais de vídeo-aulas no Youtube e páginas sobre vestibular no Facebook, conheci também o Projeto Medicina, que me ajudou muito, tanto com as várias listas de exercícios, quanto com os depoimentos que me motivavam ainda mais a estudar, deixo aqui mais uma vez o meu agradecimento!

Nesse período estudava em casa das 08:00 – 00:00, só parando para almoçar mesmo e depois voltando para os estudos. Passei também por aquele momento onde o pai diz que ficar em casa “sem fazer nada” não ajuda a aparecer o feijão e o arroz na mesa e sofri muito durante esse período, fui até expulso de casa por algum tempo e fiquei por algum tempo passando a noite na casa de um amigo, pois durante o dia como não tinha pra onde ir, passava a maior parte na minha antiga escola, com o pretexto de que queria assistir algumas aulas para reforçar o conteúdo para o vestibular. Depois de certo tempo, meu irmão permitiu que eu passasse o dia estudando na casa dele, mas como era um pouco longe, tive que caminhar todos os dias durante 2 semanas, (que foi o tempo de o meu pai me chamar de volta pra casa), em torno de10 km(ida e vinda) para chegar a casa dele e depois voltar para casa do meu amigo pra dormir. Não foi fácil, gente. Foi preciso de muita ajuda dos amigos que fiz pelo caminho durante essa trajetória para conseguir superar tudo! Além de estudar sozinho, a falta de dinheiro era mais um obstáculo que tive que vencer, mas como um dia o vento sempre sopra na mesma direção dos nossos sonhos, consegui um trabalho através de uma amiga em uma escola particular aqui da minha cidade e então comecei a trabalhar de 07:00 – 13:30 dando monitoria de Biologia e Química e quando voltava começava a estudar, indo das 14:30 até mais ou menos 02:30 da madrugada, todos os dias, só parando em algumas noites para ver minha namorada.

Ah gente…dependendo da pessoa que escolhemos como companheira(o) de nada atrapalha nos estudos, pelo contrário, ela foi uma das pessoas que mais me ajudou nessa caminhada com o que eu mais precisava que era manter a força e a determinação de trabalhar e estudar o dia todo, todos os dias e sem esmorecer.
Nesse período o problema do dinheiro tinha sido resolvido, passei a dividir as despesas da casa com meu pai e tudo foi se ajeitando, mas agora vinha o cansaço de trabalhar e estudar todos os dias até de madrugada, não foi fácil, e também não precisei de nenhum tipo de energético ou medicamento para me manter acordado até tarde, esse eu já tinha tomado e vinha tomando desde o começo, a tal da força e determinação em passar ainda faziam efeito. Durante o primeiro ano conturbado e o segundo ano em que tive que achar uma forma de estudar sozinho e trabalhar, veio a minha aprovação no ano passado, na minha terceira tentativa! Nossa, sai do chão quando vi o resultado, não acreditei, foi um dos momentos mais felizes da minha vida, lembro-me de todos os parabéns, de cada pessoa que chorou, de cada ligação que recebi, enfim de todos os detalhes importantes daquele dia, foi incrível

Hoje, estudando Medicina, vejo que todas as experiências vividas como vestibulando valeram muito a pena, a gente se torna mais maduro e bem pé no chão com tudo na faculdade e minha rotina continua praticamente a mesma, mas agora com o foco diferente que é me tornar o melhor médico oncologista que eu puder e, se tudo caminhar bem, salvar o maior número de vidas possível.

Ah! Uma coisa é certa. Se vocês pensam que estudam muito para o vestibular, no ensino superior tudo piora no mínimo umas 10x em relação ao número de conteúdos. Sem exageros. Mas não se preocupem, pois esse volume se torna quase nada se você realmente amar a Medicina do jeito que ela deve ser amada.
Eu ainda estou no começo do curso, mas já posso garantir que se vocês realmente escolheram Medicina com o intuito de servir ao próximo, não desistam, que tudo vale muito a pena! Todos os dias é um sonho estudar Medicina! Aprender coisas novas. Entender como funciona o corpo humano nos seus pormenores é simplesmente incrível e eu quero que todos passem por essa sensação maravilhosa de amar aquilo que fazemos! 

Gente, espero que vocês passem por isso também e guardem essa frase do Senna que tem tudo a ver com o período que vocês estão vivendo agora: “Seja quem você for, seja qual a posição social que você tenha na vida, do nível altíssimo ou mais baixo social, tenha sempre como meta: muita força, muita determinação e faça tudo com muito amor e com muita fé em Deus, que um dia você chega lá, de alguma maneira você chega lá”.

Então se dediquem o máximo. Todos têm totais condições de passar, eu disse TODOS, basta querer e saber superar as adversidades que a vida impõe, com cursinho ou sem cursinho, com grana ou sem grana, com obstáculos ou não, se vocês quiserem mesmo passar no vestibular, basta ter força e determinação, não tem outro jeito!

Grande abraço a todos!

 


Leia também

Diferente do que foi amplamente divulgado sobre o possível adiamento do Enem para 2022, o Ministé

StoodiMed - Plano do Stoodi para Medicina O plano é feito para quem está se preparando para pr

Já se deparou com cursos que prometem ensinar como aprender mais rápido feito por "gurus" que cob

O Grupo UniEduK (UniFAJ e UniMAX), localizado em Jaguariúna e Indaiatuba, abriu as inscrições pa

Milhares de jovens estudantes brasileiros buscam a tão sonhada vaga no Curso de Medicina, seja pel

Sabe aquele momento quando você estava estudando sozinho(a) e surgiu aquela dúvida em uma questã