Minha vida na FMUSP – Relato de Rebeca Lopes.

Avatar

Escrito por:

Publicado em: 11/10/2015

Cinco anos se passaram desde meu ingresso na tão almejada FMUSP, tentar resumir 1825 dias num pequeno depoimento me parece quase uma missão impossível. Usarei desse pequeno espaço como uma oportunidade de dividir com vocês, futuros colegas de profissão, o que foi e o que está sendo para mim ser uma filha de Arnaldo. Vida […]

Rebeca Lopes Granja, FMUSP
Cinco anos se passaram desde meu ingresso na tão almejada FMUSP, tentar resumir 1825 dias num pequeno depoimento me parece quase uma missão impossível. Usarei desse pequeno espaço como uma oportunidade de dividir com vocês, futuros colegas de profissão, o que foi e o que está sendo para mim ser uma filha de Arnaldo.

Vida na FMUSP

Quando você adentra pelos portões, caminha até o famoso busto e dá de cara com aquele palacete todo revestido de mármore, você tem certeza que é alguém privilegiado. Confesso que fiz esse caminho mais de mil vezes, mas ainda me surpreendo com a beleza do lugar. Cada semana de recepção te faz um pouco mais saudosista. Cada nova turma que inicia sua jornada traz de volta aquela sensação de quando era você a caloura. São seis anos intensos, você acaba se afastando da sua família, seus amigos fora da faculdade são deixados de lado e você se pega falando até nas conversas mais fúteis de medicina. Seus amigos te acham uma chata, fanática, até uma maluca. Sua família custa a entender o porquê de tanta intensidade em viver aquilo, são seis anos, mas passa tão rápido…

Cada ano na faculdade de medicina parece te preparar um pouco mais para aquilo que será sua missão após seis anos: ser além de medico, um cuidador, psiquiatria, conselheiro matrimonial, padre, babá e ombro amigo.

São quatro anos de teoria misturadas com pratica e dois anos de pratica com teoria. Você se pega muitas vezes exausta tanto mentalmente quanto psicologicamente, mas ai vem um paciente que faz tudo valer a pena. Acho isso o fascínio da medicina, trabalhamos com o ser humano no seu momento mais frágil e por isso temos uma conexão que poucas profissões conseguem ofertar. Você muitas vezes vai além dos seus limites, além do seu cansaço e além dos seus problemas pessoais (sim! Incrivelmente medico e estudante de medicina também tem problemas). E você faz tudo isso porque você sabe que no fim tudo vai valer a pena.

A FMUSP me proporcionou o maior crescimento pessoal que eu poderia ter, tive oportunidade de fazer intercâmbio durante dois meses numa universidade no Reino Unido, sempre tive a minha disposição ligas acadêmicas de excelência, acesso ilimitado ao maior hospital da América latina e ao hospital universitário, além de unidades básicas de saúde. Tive acesso a pratica esportiva com profissionais de alto escalão na nossa tão querida AAAOC (Associação Atlética Acadêmica Oswaldo Cruz). Participar de competições universitárias é uma experiência surreal e inenarrável.

Transformação

A Medicina te transforma: você aprende a lidar com a dor, com a perda, com o incomodo, ansiedade, ignorância, incapacidade e com limites. Você aprende a valorizar mais do que nunca um sorriso, uma andada pelo corredor, você cria laços que vão além do ”bom dia doutora”. Você vê de perto a morte, você tem uma luta diária com a sua fé, você tem vontade de chorar e você chora…

Hoje coleciono historias, tenho minha vida recheada de causos e agradecimentos, me relacionei com crianças abandonadas, bandidos arrependidos e também não arrependidos, mendigos com mais caráter que muito milionário, pessoas que se superam para chegar numa consulta que aguardaram por meses, conheço um pouco melhor desse SUS e todos os seus problemas e falhas. Enfim, acho que deixei para trás a garota do cursinho que sonhava em ser medica para realizar o sonho e me transformar no que sempre sonhei.

Ah e sobre os três anos que passei no cursinho para entrar nesse sonho que eu vivo hoje: NOSSA nem me lembro, faria outros três se soubesse o quão incrível seriam os momentos que viriam a seguir.
PS: por curiosidade minha média na faculdade é SETE (hahaha).

Mais uma vez , boa sorte futuros colegas de profissão .
E o vídeo continua me motivando nos momentos de stress e desespero : https://www.youtube.com/watch?v=no15Bt7jNQM&list=PLDB8806E3B4B4CAD0

Rebeca Lopes Granja , Turma 99 FMUSP

 

Este depoimento é da Rebeca Lopes, a mesma que escreveu o depoimento: “Como uma aluna nota 7 passou em Medicina na USP“.


Leia também

StoodiMed - Plano do Stoodi para Medicina O plano é feito para quem está se preparando para pr

Já se deparou com cursos que prometem ensinar como aprender mais rápido feito por "gurus" que cob

O Grupo UniEduK (UniFAJ e UniMAX), localizado em Jaguariúna e Indaiatuba, abriu as inscrições pa

Milhares de jovens estudantes brasileiros buscam a tão sonhada vaga no Curso de Medicina, seja pel

Sabe aquele momento quando você estava estudando sozinho(a) e surgiu aquela dúvida em uma questã

O Me Salva! é uma das maiores plataformas de estudo para quem está se preparando para o Enem. Mas