Guia simples e prático para memorizar o que estudou.

HOME > Conteúdo Exclusivo > Guia simples e prático para memorizar o que estudou.

Sempre gostei muito de estudar sobre otimização de estudos. E desde 2012 conversando com pessoas que já foram aprovadas em Medicina, percebi diversos padrões na hora de estudar e memorizar aquilo que estudou, e é sobre isso que quero conversar com você hoje.

A importância de memorizar

Você já estudou e sentiu a sensação de não estar assimilando aquilo que estudou? Hoje vou trazer um guia simples e prático para te ajudar a lembrar o que estudou.

Muita gente acha que esse negócio de “treinar memória” ou “técnicas de estudo” é bobagem. Que não dá pra “perder tempo” com isso e o melhor método de estudo é aquele que você senta a bunda na cadeira e estuda da maneira tradicional.

Por muito tempo pensei assim também, até que vi meus resultados melhorarem significativamente ao me preocupar com o processo de aprendizado. E por isso trago algumas dicas pra você hoje.

1. Dê uma aula pra você.

“A melhor maneira de aprender é ensinar”. Você já leu isso em algum lugar? Pois acredite, essa frase é muito verdadeira.

Ao estudar um conteúdo, dê uma espécie de “aula pra você”. Lembre-se do assunto que acabou de estudar, de tal forma que você vire seu próprio professor. Isso vai te ajudar muito na hora de reter os assuntos.

Uma outra maneira de assimilar o conteúdo, é ensinando outra pessoa sobre o conteúdo. E entendo que isso é difícil, principalmente para pessoas introvertidas, mas com certeza vai te ajudar a lembrar da matéria.

Se você não consegue explicar algo de modo simples é porque não entendeu bem” Albert Einstein

2. Criação de mapas mentais

Mapa mental é uma espécie de diagrama que vai te ajudar a lembrar de maneira mais eficaz sobre o assunto que estudou.

Sobre mapas mentais, deixo um vídeo bem legal da Clara Ricieri sobre como fazer um mapa mental de maneira bem detalhada.

Duas ferramentas que acho fantásticas para criação de mapas mentais pelo computador são:

3. Revisão constante

Já pensou em quanto conteúdo você tem que estudar para o ENEM? E que vai ter que lembrar de tudo na hora da prova? É uma tarefa quase impossível, né? Por isso o processo de revisão é tão importante.

No Plano de Estudos para ENEM montei uma planilha contemplando exatamente as revisões. Você precisa saber quais assuntos já estudou, quais já fez os exercícios e principalmente, quais você já revisou.

Pra vencer, você precisa ter controle total sobre esse processo. Não adianta querer “adivinhar” aquilo que sabe, ou que já estudou ou o que acha que revisou.

Pra lembrar, você precisa revisar.  SOUSA, Júlio.

 

Memorizar o que estudou é tão importante quanto estudar, nunca esqueça disso. Existem diversas outras técnicas de memorização, mas para o caso específico de Vestibular/ENEM, essas são as que mais indico.

 

Um abraço.