Depoimento

HOME > Depoimentos > Depoimento de Diego Santos, aprovado em Medicina.

Depoimento de Depoimento de Diego Santos, aprovado em Medicina.

Depoimento de Diego Santos, aprovado em Medicina.

Meu nome é Diego, tenho 23 anos e 25 de julho de 2016 seria o dia em que minha vida mudaria completamente. Sou filho de mãe servidora pública e pai comerciante e sempre fui aluno de escola pública. Assim que estava terminando o ensino médio ainda não sabia bem qual curso superior escolher. Por isso, após a conclusão do ensino médio, comecei a prestar concursos públicos enquanto me decidia por qual carreira escolher. Por influências da minha irmã que cursava Enfermagem na época, acabei optando por também tentar algum curso na área da saúde sem ser Medicina. E Enfermagem foi a escolha.

ENEM 2011

Prestei o ENEM 2011 e com o resultado consegui ingressar em uma boa faculdade aqui de minha cidade mesmo através do PROUNI 2012/1. Como já havia feito inscrição para alguns concursos públicos (Banco do Brasil e IBGE), mesmo estando matriculado na faculdade de enfermagem decidi ir fazer as provas. Realizei-as sem compromisso, somente porque já havia pago a inscrição. Logo no início de 2012 comecei os estudos no curso de Enfermagem e tudo estava às mil maravilhas, nunca imaginei que iria gostar tanto da área da saúde.

Tudo se encaminhava bem até que comecei a reparar que realmente gostava da área da saúde, mas o curso de Enfermagem (um ótimo e belíssimo curso) não me completava o bastante. Comecei a pesquisar por outros cursos e vi Medicina que se encaixava no ideal de exercício na área da saúde que eu tinha em mente àquela época: medicina é a ciência da investigação, enquanto a enfermagem se preocupa com a assistência diária e garantia do bem-estar dos pacientes. A essa altura, finalzinho de 2012, eu estava concluindo o segundo semestre do curso de Enfermagem e com um ideal em mente: ingressar na faculdade de medicina.

Mesmo querendo trocar de curso não queria abandonar enfermagem sem antes ser aprovado em um vestibular de medicina. Durante o 3º período de enfermagem conciliei os estudos do curso com as as disciplinas de ensino médio e em julho de 2013 prestei o primeiro vestibular de medicina. Ansioso pelo resultado, fiquei extremamente decepcionado quando me veio a notícia de que tinha sido reprovado. Durante as férias de julho de 2013 reorganizei os materiais e continuei os estudos pois ainda haveria o ENEM 2013 e o vestibular 2014/1. A esperança continuava.

No 4º período da faculdade (2º semestre de 2013) segui o mesmo esquema que realizei durante o semestre anterior, só que dessa vez com um pouco mais de tempo, pois, durante o 3º período estávamos realizando estágio curricular hospitalar (o que consumia bastante energia e tempo). Prestei a prova do ENEM 2013 e o vestibular 2014/1 e, mais uma vez, ansioso pelos resultados fiquei no aguardo. O resultado do vestibular saiu e, pela segunda vez, reprovado! Ainda havia mais uma esperança, as notas do ENEM 2013 e a seleção SISU e PROUNI 2014/1. Participei dos dois processos seletivos, mas não obtive bons resultados, reprovação nos dois. Iniciei o ano de 2014 pensativo em o que poderia fazer e pedindo a Deus uma luz.

Iniciei o semestre letivo de 2014, 5º período da faculdade, mais um semestre cheio de estágios. Por volta do mês de fevereiro estava na sala de aula quando meu celular tocou: era um gerente do Banco do Brasil me convocando para tomar posse no concurso que realizei na mesma época que ingressei na faculdade de Enfermagem. Ali estava a luz que vinha pedindo a Deus. Agora poderia trancar a faculdade e bancar meus estudos no cursinho até conseguir aprovação. Pulei de alegria e fui logo contar pra minha família. Organizei os papéis para a posse, tranquei a matrícula na faculdade.

Durante o 1º semestre que 2014 não fiz cursinho pois a cidade que iria trabalhar (Santa Fé do Araguaia) ficava a 145 km (ida e volta) de minha cidade de residência. Acordava todos os dias 05:30 da manhã para pegar a condução e retornava para casa as 18:00. A noite encarava a rotina de estudos em casa das 19:00 às 00:00, e nos fins de semana resolvia as provas dos ENEM’s dos anos anteriores. No segundo semestre, já acostumado com as viagens de ida e volta, matriculei-me em um cursinho pré vestibular noturno visando o ENEM 2014. Chegava de Santa Fé e já ia direto pro cursinho pra não perder as primeiras aulas. Retornava para casa às 22:30, tomava banho e iniciava a revisão do dia até as 00:00.

E a rotina de estudos foi se intensificando e logo chegaria a data de realização do ENEM 2014, dessa vez, mais confiante pois esse primeiro semestre de cursinho me trouxe bastante aprendizado. Depois de realizar as provas, fiquei mais uma vez no aguardo pra ver as notas e depois realizar inscrição do SISU e PROUNI. E não foi dessa vez, mais uma vez! Já começara a bater um desânimo e pensamentos tortos tomaram conta de minha cabeça.

Medicina

Pensava em cursar outra faculdade pois assim teria chance de encarreiramento no banco. Mas logo esses pensamentos passaram e voltei pro cursinho para mais um ano de estudos pro ENEM. Ainda em Santa Fé do Araguaia, pleiteei minha transferência para minha cidade de residência pois o desgaste com a estrada era tremendo e a perca de tempo também. Mais um vez Deus me abençoou e consegui vaga para trabalhar em uma agência na minha cidade. Agora teria mais tempo pra estudar e revisar as matérias.

2015 foi um ano de forte preparação e dessa vez realizei o ENEM com força total e os bons resultados começaram a aparecer. Na seleção PROUNi 2016/1 fiquei perto de conseguir. Na seleção PROUNI 2016/2 não consegui ser aprovado na primeira ou segunda chamada. Então, participei da lista de espera e levei os documentos para apreciação na faculdade. Estava em um dia normal de atendimento na agência que trabalhava quando meu celular tocou: 25/07/2016 às 12:31 recebia a maravilhosa notícia de que meus documentos tinham sido aprovados e que minha bolsa PROUNI para o curso de Medicina estava disponível para assinatura dos documentos!!! Depois de dois anos e meio de muita luta e dedicação Deus me abençoou com essa vitória.

Esse dia, sem dúvidas, foi o dia mais feliz da minha vida! Minha família toda vibrou por essa aprovação pois conheciam de perto as dificuldades e conflitos internos que enfrentei. Agradeço a Deus, minha família e alguns amigos que sempre, sempre me apoiaram e não me deixaram mudar de caminho. Hoje, mais do que nunca, tenho certeza que nasci para a medicina e cumprirei a minha sina com toda dedicação e amor que tenho dentro de mim.

Diego, acadêmico do 1º período de Medicina do ITPAC.

“Tudo o que um sonho precisa para ser realizado é alguém que acredite que ele possa ser realizado.” Roberto <http://pensador.uol.com.br/autor/roberto_shinyashiki/> Shinyashiki<http://pensador.uol.com.br/autor/roberto_shinyashiki/>


blog comments powered by Disqus
Visite nossos outros projetos: