Artigos

HOME > ARTIGOS > Destaque,Enem > O que esperar do Enem Digital 2020?

O que esperar do Enem Digital 2020?

O ENEM digital, por ainda ser uma novidade para todos nós, educadores e educandos, tem despertado algumas curiosidades e inseguranças. Pensando nisso, organizamos algumas informações importantes e indispensáveis que, além de explicarem como funciona o Enem Digital, ajudarão vocês a escolherem a versão do exame.

Como vai funcionar o Enem Digital?

  • Inscrições 11 a 27/05/2020 – foram realizadas pelo endereço site do Inep
  • Pagamento da taxa 11 a 10/06/2020
  • Tratamento pelo nome social
  • Solitação 01 a 05/05/2020
  • Resultado 12/06/2020
  • Recurso 15 a 19/06/2020
  • Resultado do recurso 25/06/2020
  • Aplicação Data a ser divulgada
  • A aplicação do ENEM 2020 digital seguirá o horário de Brasília-DF
  • Abertura dos portões 12h
  • Fechamento dos portões 13h
  • Início das provas 13h30
  • Término das provas primeiro dia 19h
  • Término das provas segundo dia 18h30

Que prova digital é essa?

Enem Digital

Na modalidade impressa, como alguns de vocês já estão familiarizados, recebemos o caderno de questões para realizarmos a prova e, para indicarmos nossas respostas, utilizamos o cartão-resposta de papel.

A diferença prática mais significativa entre as versões impressa e digital para o ENEM 2020 é que, no ENEM digital, os candidatos responderão às questões em um computador. E vale destacar que as provas não serão realizadas em casa. Os computadores, que serão disponibilizados nos locais determinados pelo Inep, contarão apenas com o sistema de prova, nada mais será acessado nas máquinas autorizadas para realização do exame.

Fiquem atentos: os candidatos receberão os locais de prova via e-mail, mas é sempre bom lembrar que todas as informações relativas ao Exame estarão disponíveis para consulta na Página do Participante.

Quem pode fazer a versão digital?

Para o ENEM digital 2020, não serão aplicadas provas digitais para treineiros, apenas os participantes que já concluíram o Ensino Médio ou os que irão concluir até o final do ano poderão testar a nova versão do Exame Nacional do Ensino Médio.

Além deste impedimento aos treineiros, as provas digitais não contarão com os recursos de acessibilidade, ou seja, neste ano, os estudantes que necessitam de atendimento especial não poderão realizar a prova na versão digital. Para o modelo tradicional, o impresso, os recursos continuam sendo garantidos.

Tem vaga para todo mundo?

Outra informação interessante sobre quem vai e quem não vai participar do Enem digital é que há quantidade limitada de inscrição para essa versão. Para essa primeira aplicação teste, inicialmente, como consta no Edital, seriam ofertadas 100 mil inscrições para os primeiros participantes que optassem pela edição digital. Entretanto, o Inep liberou mais vagas, totalizando 101.100 vagas, em municípios selecionados em todas as 27 unidades da Federação. Caso não tenha mais vagas para a localidade indicada pelo candidato, é possível escolher outro munícipio ou optar pela modalidade impressa.

É válido, também, lembrar que não será possível a realização das duas modalidades por um único candidato. Ainda que as provas sejam aplicadas em datas diferentes, cada candidato pode realizar apenas uma inscrição no Enem 2020, versão digital ou versão impressa.

Qual a diferença do Enem digital para o impresso?

Ainda não foi divulgada a empresa que o Inep vai contratar para aplicação das provas, mas continuaremos com a mesma organização do Exame, 180 questões e um tema de redação, com o mesmo valor de taxa de inscrição para as duas versões $85.

Entretanto, tanto as questões quanto os temas de redação serão diferentes para cada modalidade de prova, uma vez que cada versão será aplicada em datas diferentes, serão exames distintos para maior segurança e justiça em relação ao processo de avaliação proposto pelo Exame.  

No primeiro dia, serão aplicadas as provas de: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Ciências Humanas e suas Tecnologias. A aplicação terá 5 horas e 30 minutos de duração, contadas a partir da autorização do fiscal.

Uma curiosidade para muitos candidatos é sobre a realização da prova de redação. O texto não será digitado. A prova de redação será realizada em formato impresso nas duas versões do Enem 2020.

No segundo dia do Exame, serão aplicadas as provas de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias. Lembrando que o tempo de aplicação é menor, tendo 5 horas de duração, contadas a partir da autorização do fiscal para o início das provas.

A versão digital é a melhor escolha para o Enem 2020?

Um dos principais destaques em relação ao que o Enem digital nos oferece de bom é o quanto auxiliaremos o Meio Ambiente, uma vez que poderemos reduzir o consumo de papel.

Sabemos que o número de inscritos do Enem, todo ano, está na casa dos milhões, então já dá para imaginar que a quantidade de papel utilizada é pra lá de exagerada.

Além do custo ambiental que será reduzido, também terá efeito em relação às despesas, já que , para que as impressões sejam feitas, precisamos custear as provas impressas.

Portanto, podemos apontar três bons aspectos a serem considerados: redução no absurdo consumo de papel, menos descarte de papel e menor custo para realização do Exame.

Além disso, há algumas defesas sobre o quanto a modalidade digital pode nos oferecer maior segurança em relação às variadas formas de fraude que colocam em risco o Exame Nacional do Ensino Médio. Para as provas impressas, há toda uma organização envolvendo os órgãos competentes de segurança, como a Polícia Federal, para realizar a distribuição das provas por todo o território brasileiro. E como podemos imaginar, isso é um processo que expõe bastante o Exame a ataques dos mal intencionados. Então, podemos também destacar que o processo digital é uma possível ferramenta para proporcionar maior segurança aos candidatos.

A prova do Enem Digital é segura?

É de nosso conhecimento – não só em escala nacional, mas também internacional – , que os meios digitais ainda não são a nossa maior garantia de total segurança. Apenas podemos nos apegar à ideia de que plataformas digitais oferecem menores riscos.

E todos esses pontos levantados até aqui fortalecem o principal objetivo do Exame Nacional do Ensino Médio?

Bom, para isso, primeiramente, devemos relembrar o papel do Enem para o desenvolvimento de nossa sociedade. Ainda que estejamos contrários a declarações do tipo “o Enem não é feito para atender injustiças sociais e, sim, para selecionar os melhores candidatos.”, é nosso dever destacar que essa prova tem como principal finalidade a democratização do acesso às políticas públicas de educação, o que contribui não só para a área educacional do Brasil, mas também para o desenvolvimento socioeconômico do nosso país, que será construído por cidadãos mais críticos e conscientes de seus direitos e deveres sociais.

Com a nota obtida no Enem, o estudante pode tentar uma vaga na educação superior e, consequentemente, ingressará mais capacitado no mercado de trabalho, contribuindo para o crescimento socioeconômico brasileiro.

Voltando, então, aos aspectos que destacamos como positivos sobre o Enem digital, podemos notar que, sim, são bons pontos, mas talvez não sejam fortes o bastante para contribuir para o que realmente é necessário para aprimorar a atual maior ferramenta de democratização de ensino no Brasil. Esses fatores ainda não se mostram eficientes para melhorar, por exemplo, o inédito erro cometido durante a correção das provas do Enem 2019.

A versão digital talvez reforce não só incredibilidade dos mecanismos de avaliação dos candidatos (critérios, médias, além dos problemas de logística), mas também a incapacidade dos atuais líderes dos órgãos de educação do país em garantir segurança e estabilidade, de forma igualitária, para que os candidatos realizem as provas, uma vez que, como visto em 2019, percebemos que o banco de questões do governo não está sendo atualizado, o que pode ser problemático, visto que a nova versão trará novos formatos de questões, então os candidatos estarão em contato com um cenário nada familiar, aumentando a intranquilidade dos estudantes durante a prova.

Mariana Pacheco

Letrista. Educadora e mestra nas redações. Aqui, no Projeto Medicina, produzindo uns conteúdos bão que te ajudarão neste universo dos vestibulares.


Destaques

Por mais que estudemos bastante, é muito comum nos depararmos com o angustiante momento em que tod

Com a chegada do novo coronavírus, como já é de conhecimento de muitos, precisamos suspender as

Você está perdido e não sabe o que estudar para o Enem? O artigo de hoje traz uma lista com 59 s

Tirar uma boa nota no Enem para ser aprovado no curso dos sonhos é o desejo de todos os estudantes

Atendendo demandas sociais, o Ministério da Educação decidiu adiar o Enem 2020. Datas serão adi

O ENEM digital, por ainda ser uma novidade para todos nós, educadores e educandos, tem despertado